About dalton

Graduado em Bacharel Em Ciências da Computação pela FURB (1992) e mestre em Ciências da Computação pela UFRGS (1997). Atualmente é professor titular da FURB. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Computação Gráfica, atuando principalmente nos seguintes temas: Computação Gráfica, Sistemas Multimídia, Jogos e Aplicações móveis (Gráficas, iOS).

Superliminal

Superliminal

Você está caindo no sono diante da TV ligada às 3 da manhã, e se lembra de ter visto rapidamente o comercial do programa de terapia onírica Somnasculpt do Dr. Pierce. Quando você consegue abrir seus olhos, percebe que já está sonhando – iniciando as primeiras etapas desse programa experimental. Bem-vindo ao Superliminal.

Superliminal é um jogo de enigmas na primeira pessoa baseado na perspectiva forçada e em ilusões de ótica. Os enigmas deste jogo lhe dão sensações inesperadas. Os jogadores precisam mudar de perspectiva e pensar fora da caixa para acordar do sonho.

#Características fundamentais
• Enigmas alucinantes que desafiam sua percepção
• Um mundo maravilhoso e sutil
• Uma história surreal com níveis ocultos
• Coisas que são realmente estranhas

via Loja Epic Games https://ift.tt/2xtolZx

Mãe ‘revê’ filha morta há 4 anos com ajuda de realidade virtual; assista

Com o uso dessa tecnologia cada vez mais popular, Jang Ji-sung conseguiu brincar novamente com a filha Nayeon, que morreu aos 7 anos

O canal de telvisão sul-coreano MBCLife exibiu no último dia 6, como parte de um documentário, o emocionante reencontro entre uma mãe e a filha morta em 2016, com o auxílio da cada vez mais popular tecnologia de realidade virtual.

Com o aparelho completo (composto por luvas, fone e óculos de VR) Jang Ji-sung conseguiu interagir com Nayeon, que morreu aos sete anos devido a uma doença incurável.

+++LEIA MAIS: David Lynch transforma Twin Peaks em game de realidade virtual

De acordo com o site PC Gamer, a equipe responsável pelo documentário demorou oito meses para criar todo o cenário do momento e também para recriar a menina.

Durante os 10 minutos de vídeo, Jang Ji-sung encontra a Nayeon em um campo aberto, e consegue brincar e até fazer um picnic com a versão renderizada por computadpres da filha.

As imagens podem ser fortes para pessoas de coração mais sensível, então levem esse aviso em consideração antes de dar o play no vídeo abaixo.


+++ A MALDIÇÃO DO CORINGA, COM JOAQUIN PHOENIX, HEATH LEDGER, JACK NICHOLSON E MAIS:

via Rolling Stone https://ift.tt/2OVEvRq

‎Faça grandes apresentações: história da App Store

Já se perguntou por que os TED Talks são sempre tão sensacionais? Principalmente em relação à maioria das apresentações de slide que se vê por aí, que são super entediantes.

Cloe Shasha, diretora de desenvolvimento de oradores do TED, desempenha um papel importante nisso. Faz oito anos que ela ajuda os palestrantes ao longo de todo o processo do TED Talks, do convite inicial ao palco.

Ela conhece todos os truques. E os compartilha aqui. Use-os para fazer com que suas apresentações de Keynote ou PowerPoint sejam inteligentes, ágeis e talvez até dignas do TED.

Sua professora da sétima série estava certa: os slides, assim como as anotações, não são páginas de um roteiro para serem lidas palavra por palavra. 

“Muitas pessoas usam os slides para ter mais confiança ou para saber o que dizer a seguir”, explica Shasha. “Elas costumam enchê-los de texto, especialmente no primeiro esboço”. 

Evite isso. 

Os marcadores podem funcionar, contanto que ajudem a orientar o público ao longo da narrativa. Mas o verdadeiro segredo, e sua professora também disse isso, é dominar completamente o material antes de entrar na sala.

Use o humor apropriadamente

Shasha conta que o TED acolhe apresentações divertidas. De fato, a hilária “This Is What Happens When You Reply to Spam Email”, do comediante James Veitch, tem mais de 48 milhões de visualizações. (É sério, toque abaixo para ver com seus próprios olhos).

Porém, caso queira que sua exposição seja engraçada, assegure-se de que o material dá respaldo a isso. Talvez sua grande apresentação sobre a melhoria da eficiência no local de trabalho não seja o melhor lugar para testar suas piadinhas.

Use e abuse do editor de fotos

Não importa se você fez uma apresentação para uma reunião ou se está falando na frente de milhares de pessoas, a verdade é uma só: o conteúdo deve orientar a parte visual, e não o contrário. 

Shasha conta que os oradores do TED só começam a considerar a inserção de fotos depois de terem estabelecido a narrativa, com cerca de 75 por cento do roteiro pronto. 

“Se tem uma fotografia que contribui para contar a história, ótimo”, explica Shasha. “Porém, se a parte visual distrai a plateia, mesmo que por um instante, ela deve ser eliminada”. 

Caso esteja contando uma história pessoal, talvez seja necessário fazer escolhas extremamente difíceis. “Há casos em que chegamos a dizer: ‘Essa é uma foto muito meiga do seu filho, mas não é necessário que a vejamos’”.

Faça contato visual com frequência e não apenas com quem teve a sorte de conseguir um lugar na primeira fila, sugere Shasha. 

O TED tem uma ótima maneira de ajudar os oradores a treinar isso. “Colocamos o orador em uma miniplataforma e espalhamos três membros da plateia o mais longe possível um do outro: um na esquerda, outro no centro e mais um na parte direita da sala”. A ideia é fazer com que o orador aprenda a se dirigir à plateia como um todo.

“Não queremos que isso se torne um processo mecânico”, diz Shasha. “Mas é importante aprender essa técnica para se conectar com o público”.

    TED

    Educação

    VER

    Keynote

    Crie apresentações incríveis

    VER

    Microsoft PowerPoint

    Crie apresentações marcantes

    VER

via App Store https://ift.tt/35T8XB4

CES 2020: BaseLynx modular charging system from SCOSCHE now in Apple Stores worldwide – iMore

SCOSCHE’s BaseLynx White modular charging system is now available exclusively in Apple Stores worldwide.

The modular charging system was announced last year at CES 2019 and allows users to charge and organize a swathe of devices in any configuration thanks to its modular design. A press release for BaseLynx says:

The Patent Pending BaseLynx™ system is for anyone who needs to charge and organize their mobile devices, including iPhones, AirPods, Apple Watches, iPads, cameras, portable gaming systems, headphones and more. It offers Qi-certified wireless fast charging, USB-C Power Delivery that charges devices up to 3x faster than a regular charger, and MFi-certified Apple Watch charging. As a modular system BaseLynx provides the opportunity to use each module on its own, or to connect multiple charging modules. Once connected, the system can be powered by just one AC power cable and outlet. It’s designed to work in any environment and is expandable and adaptable. Having a BaseLynx system means always being able to locate your devices charged and ready to go. It’s invaluable at home, but also shines in the office, in a conference room, a classroom, a dorm room, a gym, an Airbnb, an RV, or really anywhere you have electronic devices, a power supply and people.

It features an MFi (Made for iPhone) certified charger for Apple Watch, a Qi-certified pad for iPhones, AirPods and AirPods Pro, a vertical charging station with three ports (one 18W USB-C and two 12W USB-A) and a Dual-Port Endcap with one 18W USC-C and one 12W USB-A port. As mentioned, this is all modular so can be bought together or separately and arranged in basically any configuration that suits you.

Customers may purchase the modules individually, adding more modules as needed, or choose from two available kits: BaseLynx Kit and BaseLynx Pro Kit. Modules and kits can be combined. All are available at Apple.com. BaseLynx Black modules and kits are available at scosche.com/BaseLynx.

via apple watch https://ift.tt/2QH78Ty

Panasonic mostra óculos de realidade aumentada com alta definição

Em parceria com a Kopin, a Panasonic apresentou sua nova aposta em óculos de realidade aumentada na CES 2020. Os óculos são significativamente compactos, com visual curioso e com tela de alta definição.

O wearable conta com microtelas de OLED com resolução de 3840 x 2160 (por olho) que, quando somado ao suporte para HDR, deve apresentar imagens nítidas, com contraste e cores precisas. Ademais, o áudio fica por conta de fones intra-articulares discretos nos dois lados do gadget.

(Fonte: Upload VR/Reprodução)

Por se tratar de um conceito, não há como afirmar a finalidade dos óculos e as suas aplicações. Podemos especular que, se chegar ao mercado, interaja com o smartphone — assim como os smartwatches e smartbands— para a exibição de vídeos, notificações e mensagens.

Não há informações sobre capacidade de bateria, performance e conexões; então, devemos aguardar mais detalhes da Panasonic.

(Fonte: Upload VR/Reprodução)

Achou interessante a criação da Panasonic? Acredita que será o retorno dos óculos de realidade aumentada para o consumidor comum?

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo https://ift.tt/39VSAHe