‎Faça grandes apresentações: história da App Store

Já se perguntou por que os TED Talks são sempre tão sensacionais? Principalmente em relação à maioria das apresentações de slide que se vê por aí, que são super entediantes.

Cloe Shasha, diretora de desenvolvimento de oradores do TED, desempenha um papel importante nisso. Faz oito anos que ela ajuda os palestrantes ao longo de todo o processo do TED Talks, do convite inicial ao palco.

Ela conhece todos os truques. E os compartilha aqui. Use-os para fazer com que suas apresentações de Keynote ou PowerPoint sejam inteligentes, ágeis e talvez até dignas do TED.

Sua professora da sétima série estava certa: os slides, assim como as anotações, não são páginas de um roteiro para serem lidas palavra por palavra. 

“Muitas pessoas usam os slides para ter mais confiança ou para saber o que dizer a seguir”, explica Shasha. “Elas costumam enchê-los de texto, especialmente no primeiro esboço”. 

Evite isso. 

Os marcadores podem funcionar, contanto que ajudem a orientar o público ao longo da narrativa. Mas o verdadeiro segredo, e sua professora também disse isso, é dominar completamente o material antes de entrar na sala.

Use o humor apropriadamente

Shasha conta que o TED acolhe apresentações divertidas. De fato, a hilária “This Is What Happens When You Reply to Spam Email”, do comediante James Veitch, tem mais de 48 milhões de visualizações. (É sério, toque abaixo para ver com seus próprios olhos).

Porém, caso queira que sua exposição seja engraçada, assegure-se de que o material dá respaldo a isso. Talvez sua grande apresentação sobre a melhoria da eficiência no local de trabalho não seja o melhor lugar para testar suas piadinhas.

Use e abuse do editor de fotos

Não importa se você fez uma apresentação para uma reunião ou se está falando na frente de milhares de pessoas, a verdade é uma só: o conteúdo deve orientar a parte visual, e não o contrário. 

Shasha conta que os oradores do TED só começam a considerar a inserção de fotos depois de terem estabelecido a narrativa, com cerca de 75 por cento do roteiro pronto. 

“Se tem uma fotografia que contribui para contar a história, ótimo”, explica Shasha. “Porém, se a parte visual distrai a plateia, mesmo que por um instante, ela deve ser eliminada”. 

Caso esteja contando uma história pessoal, talvez seja necessário fazer escolhas extremamente difíceis. “Há casos em que chegamos a dizer: ‘Essa é uma foto muito meiga do seu filho, mas não é necessário que a vejamos’”.

Faça contato visual com frequência e não apenas com quem teve a sorte de conseguir um lugar na primeira fila, sugere Shasha. 

O TED tem uma ótima maneira de ajudar os oradores a treinar isso. “Colocamos o orador em uma miniplataforma e espalhamos três membros da plateia o mais longe possível um do outro: um na esquerda, outro no centro e mais um na parte direita da sala”. A ideia é fazer com que o orador aprenda a se dirigir à plateia como um todo.

“Não queremos que isso se torne um processo mecânico”, diz Shasha. “Mas é importante aprender essa técnica para se conectar com o público”.

    TED

    Educação

    VER

    Keynote

    Crie apresentações incríveis

    VER

    Microsoft PowerPoint

    Crie apresentações marcantes

    VER

via App Store https://ift.tt/35T8XB4